Uma taxa de conversão de 37%, alta eficiência das células solares para uso em espaço cósmico


Satélite de Internet de alta velocidade "Kizuna" (Winds)

Para uso no espaço, as propriedades mais desejadas para células solares são o menor peso possível e uma alta taxa de conversão. Quanto mais leve a célula, maior a eficiência que pode ser proporcionada, e o satélite terá mais espaço disponível para instalar equipamentos importantes. A Sharp tem progredido com projetos de desenvolvimento de ponta como um fornecedor designado para a única instalação de desenvolvimento para o espaço cósmico no Japão (JAXA), e tinha instalado células solares em 150 satélites em abril de 2006.

A fim de converter os raios do sol que não atingem a superfície da terra em eletricidade, as células solares de alta eficiência construídas a partir de camadas de diversos compostos químicos têm se tornado real.